informations et ressources libres sur la Capoeira et ses traditions
www.capoeira-infos.org
ActualitesHistoirePersonnagesRessourcesLiens
ressources
chansons song capoeira


Chansons du domaine populaire, interprétées par différents maîtres (P) /
cantigas de Capoeira do dominio popular
(en portugais)
d'une époque à une autre, d'un maître à l'autres les textes ont toujours changés, chacun y allant de sa touche personnelle. La chanson de capoeira traditionnelle est l'exemple type de la tradition orale. Entre littérature de Cordel, chansons de repentiste et chants religieux, les capoeiristes ré-interpretent, réaccomodent des textes déjà existant pour en créer des nouveaux.

Adeus Corina, dã dã Licuri botou Gunga é meu
A onça morreu, o mato é meu Lemba ê lemba Meu patua

Adão, cadê Salomé (Mestre Jogo de Dentro)

Luanda e

Sai, sai, Catarina

Apanha lá vaqueiro Madeira de maçaranduba Santo Antônio é protetor
Ai ai ai ai, doutor Marinheiro sou

Sou eu Maita (Mestre Jogo de Dentro)

Ave Maria meu Deus, nunca vi casa nova cair Maré Maré Seu tupinambá
Anum não canta em gaiola Moleque é tu  
     
Barauna Caiu Nem tudo que reluz é ouro Tabaréu que vem do sertão
Boa viagem Norato do Mato  
  O Doralice não me pegue não Tamanduá (Mestre Jogo de Dentro)
Cajuê Oi sim sim sim Vem jogar mais eu
Camunjerê Onde vai caimão Vou dizer a meu senhor
Canarinho da Alemanha Ô Ligeiro O sobrado de mamãe (Marrom & Alunos)
Chama ele    
     
Das aboboras do caldeirao da serra    
Dá, dá, dá no negro Ô me dá meu dinheiro, Valentão  
Dona Maria, seu gato deu    
Ê vai você, vai você Ô Santa Bárbara que relampuê  
É de manhã… Pegue esse gunga, me vende ou me dê  
Eu tô dormindo, eu tô sonhando Prá lavar minha roupa não tem sabão  
Eu vi a cutia com coco no dente Quando vim na Bahia Avisa meu mano
Ê Paraná Quem nunca viu, venha ver venha ver angola (Mestre Camaleao)
É pindombê Quebra lami como gê vou ver juliana

Ladainhas du Domaine publique, interprétées par différents maîtres

Lapinha

Quando eu Morrer (Mestre Moraes)

Tava lá em casa Retrato de Salvador (Mestre Moraes)
Ela tem dente de Ouro (Mestre Canjiquinha)
Riachão (Mestre Canjiquinha & Mestre Waldemar)
Ela tem dente de Ouro (Mestre João Pequeno) Olha lá Siri de mangue (Mestre Jogo de Dentro)
Eu já vivo enjoado (Mestre João Pequeno) Olha lá siri de mangue (Mestre Canjiquinha & Mestre Waldemar)
Japão (Mestre Moraes) O calado é vencedor (Mestre Canjiquinha & Mestre Waldemar)
Amanhã é dia santo (Mestre Caiçara) Quem quiser moça bonita
Chuva, chuva miudinha Praia da preguiça (Mestre Bigodinho)
Na Amaralina (Mestre Lua Rasta) o valente vilela (Mestre Canjiquinha & Mestre Waldemar)
   

Ladainhas do Mestre Pastinha

Ê maior é Deus

Pastinha já foi a África

Bahia minha Bahia Pastinha já está classificado
Eu vou lê o B-A-BA  

Ladainhas, Quadras , Corridos de varios mestres

Beleza (Mestre Moraes)

Grande João Grande (Mestre Moraes)

Brincando na roda (Mestre Moraes) Kalundu (Mestre Moraes)
Camaleao (Mestre Moraes) Irmandade (Mestre Moraes)
Cascavel (Mestre Moraes) Precaução (Mestre Moraes)
Vencer (Mestre Moraes) Tradição (Mestre Moraes)
A verdade (Mestre Moraes) Rei Zumbi dos Palmares (Mestre Moraes)
Certo dia alguém me disse (Mestre Moraes) Conselho de Mãe (Mestre Moraes)
Já vi muita falsidade (Mestre Moraes) Menino quem foi teu mestre (Mestre Bimba)
Jangadeiro tá longe do barco Olho Grande (Mestre Moraes)
Cachoeira, Muritiba (Mestre Pelé) Ôa, ôaê, eu quero ver Idalina (Mestre Claudio & Felipe)
Saudades do meu Maranhao Simao (Mestre Claudio & Felipe)
Na bahia tem la na roda niguem viu (Mestre Claudio & Felipe)
5 horas da manha (Mestre Lua rasta) Na Angola na Angola, tudo é diferente na angola (Mestre Moraes)
O galho da roseira Libertação da Capoeira (Mestre Felipe de Santo Amaro)
  Terno de Linho ( Mestre Moraes)

 

Quando eu era pequenininho (Mestre Cabecinha)

Menino, quem foi seu mestre (Mestre João Pequeno)

No dia que eu amanheço (Mestre Cabecinha) Na ladeira do Pelourinho (Mestre Bigodinho)
Cachoeira São Felix Beira mar (Mestre Ananias) Eu vi o sol vi e lua clarear (Mestres Bigodinho & Boca Rica)
Capoeira de Angola (Mestre Jogo de Dentro) O macaco e o leão (Mestre Canjiquinha)
Angola Angolinha (Mestre Limãozinho) Quem tem boca vai à Roma (Mestre Branco)
Deus do Céu (Mestre Jogo de Dentro)  
Dona Isabel, que história é essa ? (Toni Vargas) O Senhor do engenho (Mestre Marrom)
Quiser ver piedade (Mestre Noronha) senhor bom Deus escutar o meu lamento (Mestre Leopoldina)
História (Mestre Jogo de Dentro) Eu vivo numa solidão (Mestre Leopoldina)
Ontem a noite eu tive um sonho (Mestre Jogo de Dentro) Eu nao briguei (Mestre Leopoldinha)
  O iaiá, meu senhor mandou chamar (Mestre Paulo dos Anjos)
  Ele disse que eu sou covarde (Mestre Paulo dos Anjos)
Você não é Josué (Mestre Jogo de Dentro) Dessa arte eu sei um pouco (Mestre Paulo dos Anjos)
Ladeira do Pelourinho (Mestre Jogo de Dentro) Não sei como se vive (Mestre Paulo dos Anjos)
Louvação a Pastinha (Grupo Ypiranga de Pastinha) O mundo de Deus é grande (Mestre Paulo dos Anjos)
Louvação a Zumbi (Grupo Ypiranga de Pastinha) Eu sou pobre de dinheiro (Mestre Claudio e Felipe)
Me trate com mais respeito (Grupo Ypiranga de Pastinha) A filha da cobra (Mestre Claudio e Felipe)

 

Textes divers
(P : portuguais - F : français - EN : anglais)

"Un Accord Royal proposé à Zumbi " - Alves filho /1685 (P)

Description de la Capoeira- J.Moritz Rugendas / 1830 (F)

a fundação da cidade de Palmares - J.M. Rugendas (P)

Description de L'Urucongo - J.B. Debret (F)

"La Fazenda", Jeux et danses des nègres - Charles Ribeyrolles (F)

La révolte des Malés - www.multirio.rj.gov.br (F)

Balas de estalo- Machado de Assis / 1885 (P)

"Os Capoeiras" - Plácido de Abreu Morais (1857-1894) / 1886 (P)

Décret d'abolition de l'esclavage- 1888 (P)

"Dos Vadios e Capoeiras" - Decret 847 du 11 octobre de 1890 (P)

"Incêndio No Cortiço" - Aluisio Azevedo / 1890 (P)

"Eu amo o capadócio da Bahia" - Poême de Manoel Rozentino (P)

Capoeiragem e Capoeiras Célebres (Rio de Janeiro) - José Alexandre Melo Morais Filho / 1901 (P)

"Belenzinho", pp. 215-218 (Retrato de uma época) - Penteado, Jacob. / 1910 (P)

A Capoeira - Bahia de Outrora- Manuel Raimundo Querino / 1916 (P)

"Ginástica Nacional" (Capoeiragem) - extraits de la Méthode de Burlamaqui /1928 (P)

"... Da minha África e do Brasil que eu vi..." - Albano de Neves e Souza (F)

Capoeira - Folguedos Tradicionais - Edison Carneiro (P)

Berimbau - Folguedos Tradicionais - Edison Carneiro (P)

Capoeira - "Image du nordeste mystique en noir et blanc"- (page 270) Roger Bastide / 1945

"Bahia - Imagens da terra e do povo" (extrait) Odorico Tavares / 1951 (P)

“Tia Ciata e a Pequena África no Rio de Janeiro”- (extraits) Roberto Moura (P)

"Besouro de Maganga" extrait de Capoeira e Mandingas- Mestre Cobrinha Verde" / Marcelino dos Santos (P)

"Capoeira Angola" - Dr. Morton Marks (EN)

La Capoeira à L'Arsenal de la Marine - Carlos Eugênio Líbano Soares (F)

"Besouro", extrait de Bimba, Pastinha, Besouro de Manganga, Três personagens da Capoeira Bahiana - Antonio Liberac (2002)

"O Capoeira Carioca" - Luiz Edmundo In "Antologia do Negro Brasileiro", de Edison Carneiro - Ed. Globo - 1950.

© aruera
Ginga Nagô : Cours de Capoeira à Nantes